Descubra a diversidade de frutas e sabores do Cerrado

4
Caigateira, planta típica do Cerrado

A geografia e beleza naturais do estado de Goiás desafiam o amante da natureza a viajar pelos seus exuberantes parques decifrando a região do Cerrado. Uma experiência maravilhosa que degustei foi de conhecer e DEVORAR algumas frutas exóticas predominantes pela região. Quando retornei a Goiânia fui convidado para conhecer uma sorveteria repleta destas refrescantes tentações. O nome do estabelecimento Sabor do Cerrado instigava o paladar para uma exploração dos sabores.

Uma imensidão de iguarias com nomes de frutas tradicionais da região do cerrado à disposição. Água na boca. Uma explosão de exotismo embalados em picolé. Mutamba, Jatobá, Gabiroba, Piqui, Buriti, Taperapa, Araticum, Umbu, Mangaba, Brejauba, Cagaita, Murici… São mais de 50 sabores para delírio dos glutões, dieitistas, sorvetólogos, formiguinhas e apaixonados por picolés.

Natureza é exuberante em Goiânia
Natureza é exuberante em Goiânia

A origem do sorvete é uma Ambrósia de lendas e histórias. Diz a parábola do sorveteiro maluco que um chinês há 1.000.AC utilizou-se de flocos de neve junto com uma especiaria. Desde então este delicioso alimento foi se submetendo a diversos experimentos. Os gregos e romanos acrescentaram combinações de frutas adoçadas com mel. O sistema artesanal foi se aperfeiçoando e na Inglaterra o leite e ovos passaram a compor as receitas dos sorvetes. A existência do picolé incrementou muitas controvérsias, segundo outro maluco por picolé: ele surgiu sem querer, querendo.

Um menino de um pouco mais de 11 anos na Itália esqueceu fora de casa um copo de refresco com uma colher em uma noite de inverno. No dia seguinte pela manhã lá estava o protótipo do mais que famoso primeiro picolé. Em 1920, Harry Burt cidadão de Ohio (EUA) colocou no mercado a primeira marca e teve muito sucesso.

Cagaita, fruta abundante no Cerrado
Cagaita, fruta abundante no Cerrado

Minha memória degustativa resgatava sabores inexplicáveis. Comecei experimentando o de Mutamba, quando me dei conta, já havia devorado Umbu, Brejauba e repeti o mais procurado e carro-chefe o de Cajá-manga. O cerrado brasileiro tem um gosto único devido à diversidade de suas frutas e sabores. Não deixe de experimentar esta fábrica de sonhos quando for fazer uma visita em Goiânia.

@verissimoarthur