Guerreiros de Xian e o segredo do imperador

1
Guerreiros de terracota de Xian

Pequim é uma fonte inesgotável de passeios e descobertas. Conhecer seus bairros, palácios, museus, restaurantes e sua fascinante população é uma tarefa que exige algumas vidas. Nosso guia, um senhor com mais de 70 anos, insistia para irmos ao noroeste da China e vislumbrar os famosos guerreiros de terracota de Xian.

Decidido resolvi comprar os bilhetes aéreos e parti para Xian para constatar “in loco” o fabuloso tesouro. Segundo pesquisas de arqueólogos, existem evidencias que a capital do estado de Shaanxi , isto é Xian, já era habitada há mais de 6 mil anos.Para você ter uma idéia da importância da cidade, Xian foi capital de 11 dinastias, incluindo a Qin e Tang e foi ponto de partida para a antiga Rota da Seda.

A recente história do descobrimento do tesouro dos guerreiros de terracota ocorreu em um dia como outro qualquer na vida de um agricultor da região. No mês de março de 1974, o aldeão escavava um poço a procura de água, percebeu que o local levava para uma imensa galeria. Levou um baita susto quando se deparou com milhares de estátuas esculpidas com a aparência de guerreiros. Sua descoberta causou uma revolução no governo chinês.

Desde então, uma megaoperação de arqueólogos e restauradores começaram a resgatar e revelar ao mundo, as esculturas que reproduziam o exército do grande imperador Qin Shi Huang. O magnético imperador conseguiu unificar a China no ano de 211 antes de Cristo. Finalmente em 1979 o maravilhoso tesouro foi aberto ao público.

Para você ter uma ideia, o complexo encontra-se espalhado em uma área de 20 mil metros quadrados. Os arqueólogos encontraram quatro zonas de escavação, sendo uma delas estranhamente vazia. Foram encontrados mais de sete mil guerreiros e 500 cavalos de terracota, uma centena de carros de combate de madeira totalizando oito mil peças. As figuras encontradas está em rígida formação militar e grande parte das esculturas foi esculpida a mão pelos artesãos.

Guerreiros de Terracotta Xian, na China
Guerreiros de Terracotta Xian, na China

Este impressionante exército esta localizado a 1.500 metros a leste da tumba do imperador Qin Shi Huang para acompanhar e proteger o imperador após a morte. Sim caríssimo Gustavo Ponce, os chineses daquela época já acreditavam em vida depois da morte. Estima-se que mais de 700 mil homens trabalharam em 36 anos para finalizar o complexo. O trabalho de restauração feito pelos arqueólogos desde o inicio do descobrimento, continua sendo exaustivamente minucioso.

Os guerreiros foram encontrados em péssimo estado. Saqueadores, vândalos, incêndios e a umidade do solo destruíram uma parte do tesouro. Com muita perseverança, os restauradores garimparam milhões de cacos que foram recolocados nas esculturas. O sitio arqueológico é um assombro. Turistas de todas as partes do planeta ficam boquiabertos diante do cenário. Centenas de guardas e monitores proíbem os viajantes de fotografar o complexo.

Consegui como por milagre fazer cinco fotos. À medida que seu olhar vai se aprimorando diante das formações dos guerreiros, é possível observar que cada soldado foi esculpido com expressões faciais personalizadas. Recentes escavações encontraram outros tipos de personagens diferentes dos guerreiros. As autoridades temem realizar outras escavações dentro do complexo funerário devido à erosão e chuvas. Também encontraram outros personagens diferentes dos soldados em formação de batalha.

As esculturas extremamente deterioradas eram de artistas, bailarinos e figurinhas da corte. O que todos esperamos é que as técnicas de escavações se aprimorem para finalmente revelar o tesouro da tumba de Qin Shi Huang. Muitos historiadores afirmam que rios de mercúrio rodeiam a câmara funerária do imperador, pois estudos científicos demonstraram que o solo ao redor possui concentração altíssima de mercúrio. O mundo aguarda ansioso o segredo do mausoléu do imperador que está na pirâmide de 75 metros.

Siga meu Instagram @verissimoarthur