Assoprador de macarrão? Museu de São Paulo abriga invenções bizarras

151
O resfriador de macarrão de Kenji Kawakami / Reprodução / Imgur

No lugar de obras de artes, esculturas e pinturas, por lá, o que salta diante dos nossos sentidos são inventos criados no Brasil e no mundo. Engenhocas, invenções, protótipos, novas tecnologias e muitas extravagâncias encontram-se organizadas para o deleite dos visitantes. O Museu Contemporâneo das Invenções está localizado na Rua Homem de Melo, 1.109, bem no coração do bairro das Perdizes, na cidade de São Paulo.

Um passeio pela Inventolândia
Um passeio pela Inventolândia

Percorrer os dois andares do museu estimula a criatividade e ativa as asas da imaginação. Inaugurado no final de 1996, suas instalações abrigam um acervo de 700 invenções inusitadas e divertidas. Em nossa visita, tivemos o privilégio de sermos assessorados pelo Sr. Carlos Mazzei, fundador e presidente da ANI, Associação Nacional dos Inventores. Nosso anfitrião revelou que a ANI conta com mais de 10 mil inscritos e  associados. Mazzei colaborou no registro de centenas de patentes e intermediou contatos com empresários para a produção de mais de 300 inventos.

Calibrador de estepe
Calibrador de estepe

Nossa curiosidade se aguçava. No segundo andar, detectei uma série de invenções bizarras e malucas do inventor japonês Kenji Kawakami, considerado o mestre das invencionices sem utilidade. Imagine um resfriador de macarrão? Mister Kawakami inventou um ventilador acoplado aos palitinhos e o sujeito não precisa assoprar o espaguete, acredita? Entre suas outras mirabolantes criações destacam-se a escova de dente de cabeça dupla, tripé para dormir no metrô, tamancos aparadores de grama, isqueiro solar, e o mais escatológico, chapéu higiênico. Sim, leitores, se você esta gripado, basta puxar e assoar o nariz.

Cortador de pizza industrial / Foto: B.Nunes
Cortador de pizza industrial / Foto: B.Nunes

Mazzei destilava sabedoria e curiosidade pelos corredores do museu. Um híbrido de patinete e bicicleta chama a nossa atenção. O inventor Maurílio Ferrazoli inventou uma bicicleta sem pedais, batizada como Bike Canguru. A bicicleta movimenta-se através dos movimentos do corpo do ciclista. Resolvi experimentar. De pé com as mãos no guidão, é possível fazer as manobras.

Outras invenções / Foto: B.Nunes
Outras invenções / Foto: B.Nunes

Uma das engenhocas para pessoas sem tempo para atividades físicas é a esteira ergométrica que leva computador e impressora acoplados onde o sujeito pode se exercitar e trabalhar ao mesmo tempo.

Eu quase levei para casa os óculos que permitem ver quem esta atrás de você. A Inventolândia é um local fascinante na capital paulistana!

 

Arthur Veríssimo

Me sigam também no Instagram @verissimoarthur