Aventura no Valle Nevado tem tombos e montanhas paradisíacas

5374
As montanhas paradisíacas do Valle Nevado

Como num passe de mágica, fomos resgatados na saída do aeroporto de Santiago de Chile pelo motorista e guia Angel. Nosso destino: Valle Nevado, exatamente a pouco mais de 60 quilômetros da capital.

Valle Nevado
Valle Nevado

O Valle Nevado está encravado há três mil metros de altitude na maior cordilheira da Terra (os Andes), com nove mil quilômetros de extensão. Nossa subida pela sinuosa estrada aquecia as mentes e corações da intrépida trupe que esbanjava felicidade na van.

As curvas na estrada são inúmeras. As mais catastróficas são numeradas, gira em torno de 60, e são um “Deus nos acuda”. Esteja preparado mentalmente ou com o estômago provido de alguma remédio contra enjoos.

Valle Nevado
Valle Nevado

A experiência é única, assim como o restante da estadia na estação de esqui e snowboard. Tudo muito bem organizado, todos os personagens de nosso grupo foram abduzidos para quartos amplos e sossegados para um período de lazer, mordomia, comilança, leituras e tombos, mas muitos tombos.

Que visual!
Que visual!

Nossa primeira manhã foi monumental! O nascer do sol assemelha-se às pinturas do pintor holandês Vincent Van Gogh. As tonalidades de cor rasgam o horizonte com matizes da era do gelo. Não existe tempo ruim por lá. À medida que você vai se aperfeiçoando nas descidas da montanha e pegando o jeito na tabla (prancha), a experiência vai ficando alucinante.

O começo da aventura!
O começo da aventura!

Já havia praticado esqui e snowboard em outros locais.  Valle Nevado dispõe de todo o tipo de pista para os fissurados em adrenalina na neve.

Turmas novas o tempo inteiro
Turmas novas o tempo inteiro

Adaptações à parte, não há como ficar só admirando a paisagem e observando a galera descer as montanhas feito bólidos de historinha em quadrinhos. Você pode se tornar um papa-léguas iniciando aulas com alguma turma de iniciantes ou de adiantados.

Esquiando!
Esquiando!

No meu caso, decidi me largar montanha abaixo após uma aula de pós-graduação. Com o universo conspirando a favor, percorri impecavelmente as descidas do topo do teleférico do El Mirador. Capotes, tombos, freadas, falta de ar, peitadas, cabeçadas e um corpo com algumas dores foi o resultado dos primeiros dias experimentando as montanhas paradisíacas de Valle Nevado.

Explorando as montanhas
Explorando as montanhas

Depois, uma piscina coletiva a céu aberto se tornou um instante mágico de relaxar com uma água quentinha de outras esferas. Jeitinho para conhecer e trocar olhares com quem não está morto. Se você extrapolou nos movimentos, e está sedento por uma massagem, não fique triste, existe um spa turbinado a sua disposição.

Massagem, carinho, oxigenoterapia, sauna, drenagem linfática e outras mamatas personalizadas. Foram cinco dias da mais intensa atividade física. Sai do local com o corpo no ápice do tônus muscular e cheio de amor para dar. Vá até lá, o céu não tem limites na cordilheira do Andes.

 

Me sigam também no Instagram: @verissimoarthur