No interior de São Paulo, o fantástico mundo do Jardim Botânico Plantarum

A 40 km de Campinas, o local oferece 80 mil m2 de visitação e tem mais de 3,7 mil espécies de plantas

10428

Aberto ao público desde novembro de 2011, o Jardim Botânico Plantarum é um local fascinante para conhecer, observar e desvendar uma das maiores coleções da flora brasileira. Localizado em Nova Odessa, a 40 km de Campinas e 120 km de São Paulo, o Plantarum oferece uma área de 80 mil m2 de visitação divididos impecavelmente em jardins temáticos. São 4,6 km de trilhas pavimentados nas quais o visitante pode também pisar sobre a grama e tocar nas plantas.

DSC_0337 O projeto começou a ser idealizado em 1990 pelo engenheiro agrônomo Harri Lorenzi e em 2007 transformou-se em uma organização não governamental com apoio de 16 associados. Há mais de 30 anos, Lorenzi percorre a América do Sul em expedições científicas. Ele é autor de dezenas de livros sobre botânica. No acervo de plantas vivas do Jardim Botânico, existem mais de 3,7 mil espécies. Destaque aqui para a “flora tupiniquim”. Para vocês terem uma ideia, existem 800 espécies distintas de árvores nativas do Brasil.

DSC_0353

Em nossa visita ao local, fomos recepcionados pelo monitor e pedagogo José André Werneck. O encontro aconteceu na belíssima sede que tem estilo colonial e abriga o escritório, o herbário, a biblioteca e o restaurante do Plantarum.

DSC_0359

Começamos nossa caminhada nos Jardins dos Sentidos, que foi idealizado para pessoas com deficiência visual poderem ter uma experiência sensorial a partir do toque e do perfume das plantas. Espalhados pelo circuito, existem diversos jardins temáticos com informações precisas de todas as espécies. Placas de identificação com o nome popular, científico, origem e família, facilitam o deslumbramento do visitante.

DSC_0345

Sigo a trilha. Fico em êxtase entre os jardins das suculentas. Uma imensidão de plantas medicinais, iguarias alimentares e ervas aromáticas exalam seus odores e cheiros. No jardim das palmeiras, entro em transe. Sou apaixonado por esta espécie. São cerca de 300 tipos. A medida que vamos caminhando, José André me oferece os frutos suculentos das plantas. Dentro do santuário, observamos um programa de educação ambiental que tem como objetivo principal sensibilizar as pessoas para a importância da conservação das plantas e para o uso parcimonioso dos recursos ambientais. Um exemplo marcante é a captação e uso de água de chuva para regar as plantas – são mais de 10 milhões de litros de água de chuva para irrigação de todo o jardim.

Entre as plantas tropicais e subtropicais das famílias das Marantáceas (chapéu de bispo, caeté) e Heliconiáceas (araruta, arumã), encontrei um senhor fotografando com tripé, mesa e escalas, uma infinidade de folhas e suas riquezas de detalhes. Estava frente a frente com o biólogo e sábio Harri Lorenzi, o idealizador daquele mundo. Suas palavras finais exprimem o altíssimo nível do Jardim Botânico: “Espero que o trabalho desenvolvido por nossa equipe colabore para reduzir a degradação ambiental e perda irreparável das espécies vegetais”.

DSC_0342

Serviço
Jardim Botânico Plantarum
Avenida Brasil, 2000 – Nova Odessa – SP.
Visitação: quinta-feira à domingo, das 9 às 17 horas.
Ingressos: R$ 20,00 (meia entrada para estudantes, professores e maiores de 60 anos).
Telefone: 19 3466 5587
Mais informações no portal www.plantarum.org.br

DSC_0355

DSC_0340

DSC_0326