Existe uma Igreja Maradoniana na Argentina! E ela tem até um ‘batismo’

841

A devoção à lenda viva do futebol Diego Armando Maradona gerou uma fascinante história de amor e fé: a surreal Igreja Maradoniana. Sua sede está localizada na cidade de Rosário, na Argentina, onde rituais e encontros são realizados. Para muitos é motivo de piadas e gozações, mas para os sacerdotes e fiéis a parada é muito séria.

Tive a oportunidade de ser recebido pelo sacerdote Hernan Amez em sua residência, na região central de Rosário. Segundo Hernán, a mística de ser um maradoniano é não só conhecer a vida futebolística de Diego como também a essência do que significou Maradona como pessoa. O fiel tem de estar preparado para falar sobre Maradona e defendê-lo dos invejosos e detratores.

Tudo começou no dia 30 de outubro de 1998. Era véspera do aniversario de Maradona. Hernan ligou para seu compadre Alejandro (outro sacerdote) desejando “Feliz Natal”. Os rosarinos são gozadores por excelência, como os cariocas no Brasil. A história começou como uma brincadeira e foi se desenvolvendo. Alguns dias antes do jogo de despedida de Diego na Bombonera, Hernan percebeu que as reuniões haviam superado as expectativas. Para todos os filiados a Igreja, Maradona era de fato como um Deus.

La Bombonera, o doidão Diego Maradona e o bairro da Boca em Buenos Aires

arthur con la pelota manchada
Com ‘la pelota’ manchada

Para seus seguidores e fanáticos, Diego não fez mais que jogar futebol e trazer felicidade. Segundo o sacerdote, “não estamos aqui para julgar seus altos e baixos, sua vida privada. Nossa meta é recordar os bons momentos que ele nos fez viver para as próximas gerações. Tenho um filho de cinco anos que sabe tudo de Maradona”. No dia 30 de outubro de 2001, foi consolidada a Iglesia Maradoniana.

São mais de 60 mil pessoas filiadas e participantes na fé Maradoniana. O site dos abduzidos Iglesia Maradoniana é um evidente termômetro do fanatismo à estrela futebolística. Ronaldinho Gaúcho lá está com uma fulgurante camiseta da Iglesia Maradoniana. A bíblia Maradoniana é o livro “Yo Soy El Diego De La Gente”, escrito pelo jornalista Daniel Arcucci, secretário de redação do jornal argentino La Nación.

arthur con biblias
Com as ‘bíblias’ maradonianas

Se você esta rindo deste delírio, então se prepare. A Páscoa Maradoniana é comemorada no dia 22 de junho devido ao gol histórico “El Diez” driblou cinco, seis, sete ingleses em fila e fuzilou contra o arqueiro inglês na copa do mundo. Há mais de 10 anos os argentinos não comemoravam nas ruas. Ditadura, distúrbios, guerra das Malvinas, problemas sociais acumulavam na vida do povo.

Maradona com seu genial gol proporcionou uma catarse coletiva para todos os argentinos que estavam mordidos com os ingleses. O que Hernan, o sacerdote prega, é que a Igreja Maradoniana nasceu do futebol e que ideias assim possam ser homenagens a outros esportistas.

bautismo maradoniano
Ritual maradoniano

Antes de nos despedirmos, o sumo-sacerdote nos batizou. O batismo consiste em comungar pela primeira vez um pedaço de pizza napolitana com a água benta dos cardeais. Colocamos a mão na bíblia Maradoniana e proferimos os dez mandamentos de Diego. Ao final, voltei para São Paulo com carteirinha e manto (camiseta) da igreja. Havia me tornado o mais novo representante da Igreja Maradoniana no Brasil.

arthur comiendo pizza napolitana
Comendo a pizza napolitana no ‘batismo’